Seguidores

26 de junho de 2010

'' LUA E MAR AO SORRIR ''

minhas

9 comentários:

  1. Desculpe, não podia deixar para trás tão lindo pensamento.

    ResponderEliminar
  2. Obrigado pelo seu lindo comentario no meu blogger, o seu é lindo gostei muito e vou voltar.

    Beijos

    ResponderEliminar
  3. Faço um esforço sobrenatural para sorrir, mas não deixo de ficar mais feliz quando visito este espaço.

    Parabéns Elly.

    Bjs

    ResponderEliminar
  4. "Sorri sempre
    mesmo que seja um sorriso triste
    porque mais triste
    que um sorriso triste
    É a tristeza
    por não saber sorrir...."

    Não me lembro do autor.

    Um beijinho e um BIG SMILE!!!!

    ResponderEliminar
  5. Olá Eduardo..
    Obrigado, por ter vindo visitar o meu blogue e desde já agradeço a sua participação e manisfesto a minha total alegria, por se ter feito seguidor do meu blogue. Fico lisonjeada pelas suas palavras, e também por aprovar a partilha do poema das Almas Gémeas... Penso que um poema tão lindo, merece correr o mundo, desde que haja o devido respeito para com o seu autor.
    Um abraço e volte sempre...
    Elly

    ResponderEliminar
  6. Olá meu querido amigo Martinho..
    A si todos os sorrisos serão poucos para agradecer a honra de o ter como um grande Amigo. Fico satisfeita,quando diz que fica mais feliz quando aqui vem, mas eu ficarei Feliz no dia em que o ouvir dizer que não vai fazer um esforço para sorrir... Mais, vou ficar agradecida a Deus, no dia em que ouvir o meu Amigo dizer que não vai fazer um esforço para sorrir! porque mais importante que a minha felicidade, está a FELICIDADE dos que me rodeiam, e é essa felicidade ainda a quero ter.
    Um bem haja por estar sempre presente, e fazer parte deste blogue. Que o mar, o céu as estrelas e o luar sejam sempre uma fonte de inspiração, ontem, hoje e amanha!!!!
    Um beijinho fofo e grande para o meu querido padrinho, claro com o mu@@@@@@ da querida madrinha, mas sou eu que dou...ehehehhe...
    Ely

    ResponderEliminar
  7. Olá querida Aninha...
    A ti amiga... também todas as palavras e sorrisos são poucos, para quem te deseja as maiores felicidades... Tu e o Martinho são de facto os meus Padrinhos. A quem eu estimo, e respeito. Desejo-vos os maiores sorrisos e as maiores Felicidades desde mundo, e se houver outro tb vos seja oferecido em Graça. Que graças à divindade apareceram na minha vida como uma benção dos Céus....
    Não há dúvida amiga, os teus olhos castanhos têm belezas mil...são dois corações de luz... Assim como pode a tristeza entrar no meu coração, se tu tens Amor e alegria em duplicado? Sou uma privilegiada em contar com a tua amizade.
    Obrigado querida madrinha... volta sempre!!!
    Um beijinho Aninha, mu@@@@@

    ResponderEliminar
  8. Vale viver com emoção cada momento. Do todo, a harmonia da luz.

    E quando essa luz preenche o espaço ocupado com toda sabedoria e eficiência, não é possível cronometrar o tempo percorrido, porque para quem o faz, não se preocupa com a duração, e sim com a dimensão, com o resultado, com a satisfação.
    De repente, o todo (nosso projeto de vida) pode alcançar a plenitude em anos, meses, semanas ou minutos. Não importa, busca-se tão somente a extensão do amor.
    Enquanto lá fora, por detrás das cortinas, as cenas são sempre as mesmas, o sol não dependendo de nós para se pôr, os compromissos não podendo ser adiados, a hora do parto acontecendo, alguém casando, o professor educando, o médico curando, o ateu se convertendo, o sábio refletindo, o ancião envelhecendo, as crianças crescendo, o amor acontecendo!
    Não esperemos que alguém bata palmas no nosso portão e pergunte: você quer ser feliz?
    O homem está na corda bamba todos os momentos! Ele se equilibra, sorri, cambaleia, cai, levanta e ensaia seu quadro sinótico do crescer!

    Aparecida

    ResponderEliminar
  9. Olá Cindy...
    Lindas as suas palavras, reveladoras de sabedoria de vida... Enquanto as leio sinto uma poesia filosófica. Fazendo aqui uma pausa; revejo cada frase, e considero que acabo de ler um texto de profunda sensibilidade poética e com uma subtileza filosófica. A sua escrita é marcada pela beleza das palavras, numa fluidez que nos transporta para o seu lado mais amadurecido e conhecedor da coisas (vida). Existe sem dúvida, uma primazia literária no seu discurso. Confesso, que gostaria que no percurso da vida não houvesse um relógio, e se existir que seja sem ponteiros,porque nem merecer registar o tempo que gastamos no caminho. Suponho que exista um relógio biológico que regista sempre aquela nossa "hora", ou aquela(s) hora(s), em que o sonho se fez realidade. Vale a pena SORRIR e olhar em frente...mesmo porque não há um caminho sem oscilações...nada é linear, a não ser quando o coração deixa de pulsar!
    Obrigado Cindy...
    Um beijinho com carinho @@@@@@

    ResponderEliminar

Obrigado pela visita e seu comentário, volte sempre. Beijinhos