Seguidores

14 de julho de 2010

SAUDADE




SAUDADE

Há sonhos muito felizes, e encantados
reponsando como nenúfares nas mentes,
são céus azuis e doces luares estrelados
onde as guitarras fixaram olhares fermentes!

Sonhando, só quero apenas, ouvir-te
sentir o teu brilho como estrela de luar
traçando a capa, por esse fado triste,
na candura que encanta todo o meu olhar...

Sonho, um sonho que é doce saudade,
onde o vento lá vai cantando baixinho,
as estrófes num mondego, coberto de vaidade
das argúis promessas feitas de mansinho...

Neste sonhar, houve prece como fado, que induz
o amor sem desventura, porque Deus é atento a quem
merece, e nele coloca-lhe o sol o mar e a luz!...

Elly...

2 comentários:

  1. De repente o meu mundo é pequeno para se alojar num bem maior.
    De repente a minha estória é vazia diante de outras mais profundas.
    Mas de repente aquilo que era desinteressante, passou a elencar-se numa esfera superior.
    Não sejamos estranhos a nós mesmos, busquemos diferentes maneiras de edificar nosso mundo, aprendamos com os justos e equilibrados, a acomodação adequada para crescer.
    Dessa metamorfose estrutural e moral, tiram-se grandes proveitos.
    Quem de nós está imune às estações da alma?
    Saudade, pergunta aos ventos qual é a velocidade dos nossos sonhos?
    Administre meus temores diante da solidão!!!!!

    Aparecida

    ResponderEliminar
  2. Minha querida amiga...que saudades. Adorei voltar ao teu cantinho, aquele que tem tudo...o sol, a luz e o mar.
    Que Deus te proteja e nunca te perca de vista..
    Beijinho grande, minha amiga linda. Mu@@@@@

    ResponderEliminar

Obrigado pela visita e seu comentário, volte sempre. Beijinhos