Seguidores

8 de julho de 2010

"ALFAMA DO SONHO"



Alfama do sonho

Neste meu sonho menino, desenho um tesouro
que com minhas mãos, vou colorindo este tecer,
pintando os meus olhos, sobre flores de ouro
e nos teus lábios as fontes puras, de enlouquecer...

Entre quatro paredes, dança uma luz ao luar
que vacila, entre brumas escondidas, mil desejos
relampejando em sílabas, com versos de palpitar,
como suaves pétalas doces, nascidas de beijos...

Foram horas, infinitas de verde mar crepitante,
onde as aves cegas, encontraram poiso e jardim,
em ninhos de mel, feitos em doçura fragante...

Com este sabor rubro, se rompe uma chama,
pincelando labaredas, de delicados favos de luz, cujo

estrelado mar ainda alfama, o refolho de quem ama!

Elly

1 comentário:

  1. Escrever sonetos, não é para quem quer....é só para quem sabe..e tu SABES!!!
    Qual Florbela Espanca...
    Parabéns amiga....lindo!!!
    Beijinhos e o meu Mu@@@@@

    ResponderEliminar

Obrigado pela visita e seu comentário, volte sempre. Beijinhos