Seguidores

2 de setembro de 2010

CÉU DE MEL




 Céu de Mel


Nesse céu de mel, minha alma sonha e cresce,
ganha vida! procuro dar mil cores aos versos
num mar só meu, de marés de raios dispersos
onde cada sorriso é um olhar azul feito  prece!


Choram-me os olhos de alegria nesta quimera
de luz, és o que não vejo, em versos de embalar
quero ter-te nos meus sonhos, como luz num luar
inventar o brilho do mel nas flores da primavera...


Adormecer com este sonhar só uma palavra deve   
tece em cada verso a suavidade  desse teu olhar
que é feito de mel puro, como ouro de fio leve...


Desenhar-te um poema é um luar de carinho
é fechar os olhos, descobrir o sorriso  renascer
são belezas da vida que despertam de mansinho!....


(Elly)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado pela visita e seu comentário, volte sempre. Beijinhos